Tipos de preensão no lápis

Você sabia que desenhar e escrever envolvem muito mais que uma simples tarefa escolar ou de entretenimento?
A maneira com que seguramos o lapis revela nosso estado de maturidade neuropsicobiológica.

As funções cognitivas são divididas em: memória, atenção, linguagem, percepção e funções executivas.
Funções executivas a palavra já nos indica que é a capacidade de executar algo.

Sistema Cognitivo

O sistema cognitivo nada mais é do que a relação entre estas funções, desde os comportamentos mais simples até os de maior complexidade, que exigem muito mais do nosso cérebro.

Segurar o lápis exige um comportamento uma execução.
“Para ser capaz de segurar um lápis e movê-lo, é necessário um grande controle dos músculos dos dedos. As pequenos precisam de muitas oportunidades para desenvolver essas ferramentas”.

É mais fácil dar um iPad a uma criança do que encorajá-la a treinar os músculos brincando de empilhar blocos, de cortar e esticar ou de puxar brinquedos e cordas, desenhar, colorir, etc.
Escrever no papel ainda e importante no aprendizado envolve conexões neuronais que a digitalização não exige.
Como ela aprende?
Movimentos de preensão e movimentos não preênseis.

Não Preênseis:
São os movimentos de empurrar e arrastar objetos, ou seja, não envolvem uma preensão verdadeira.

Preensão:
Os movimentos de preensão podem ser classificados como de “Força” e de “Precisão”. Agarrar, apanhar, segurar.
Segurar a bolsa, costurar, escrever, segurar uma pinça…

📝1. Preensão Palmar
É a preensão primitiva, aparece entre 1 ano e 1 ano e meio. Usa a mão inteira para segurar o lápis. Para mover a mão que segura o lápis a criança move ombro e braço. É uma preensão estática.

📒2. Preensão Digital com Pronação
Aparece entre os 2 e 3 anos. Os dedos seguram o lápis e o ombro começa a ter mais estabilidade. Os movimentos começam a ficar mais distais ( cotovelo e antebraço)

📚3. Preensão com Quatro dedos
Aparece entre 3 e 4 anos. Os quatro dedos seguram o lápis. O movimento nessa fase vem do punho e dos dedos. Há uma maior estabilidade do ombro e cotovelo. Inicialmente é uma preensão estática, mas pode se tornar dinâmica.

📝4. Preensão Trípode
Aparece a partir dos 4 anos e meio e se desenvolve até os 7 anos de idade, onde o movimento deverá estar mais aperfeiçoado. Nessa preensão são usados os dedos médio, polegar e indicador.

✏Qual o tipo de preensão dos seus pequenos?
✏Estão seguindo as fases do desenvolvimento?

Por tanto não diga as crianças: Não sabe desenhar! Sua letra é feia! Preguiçoso!
Provoca baixaestima e desinteresse pelo aprendizado.
Quanto mais praticar, melhor será a escrita.

Escrever e desenhar exigem complexos sistemas psicomotores, motricidade fina, pressão, atenção, espaço, segurança.
Sempre auxilie, mas não faça por eles, sempre incentive a melhorar, mas não critique de forma pejorativa.
Todos somos capazes de aprender!

Neuropsicopedagoga #LifeCoaching #Pedagogia #Neurociência #PsicologiaCognitiva

Author

Lucas Bassualdo, entusiasta em Marketing Digital e atendimento, sou apaixonado pelo universo infantil e atuo como Palhaço a mais ou menos 10 anos, algo que me trás vida. Sou pai da Júlia, uma mini palhaça e mega comunicativa, mas graças a Deus é linda igual a mãe!

Write A Comment